Sobre 2015

– Eu acompanhei o primeiro ano de vida de alguém, também celebrei a chegada ao centésimo ano de alguém.
– Vi que a vida pode começar, recomeçar, se reinventar, mudar.
– Aprendi, na prática, que não se deve julgar, que as coisas nunca serão totalmente como imaginamos e que isso pode nos trazer boas surpresas, se estivermos abertos a aceitar;
– Aprendi que, as vezes, amizades são boas mesmo para um bate-papo; que a ajuda que, de repente esperei de algum amigo, veio inesperadamente de um desconhecido; que afinidades não fazem laços entre pessoas; que bons amigos podem não conviver, mas estão sempre juntos;
– Senti novamente o prazer de terminar algo que foi feito com muito esforço, mesmo que não tenha sido como sempre sonhei e que estava pendente há algum tempo;
– Deixei muitas outras pendências para o ano que vem;
– Comemorei pequenas conquistas;
– Estudei, aprendi, errei, errei de novo… agi por impulso… Empreendi.
– Retomei a máxima de que para realizar nossos sonhos é preciso mais vontade do que incentivo.

Obrigada, 2015 por ter sido o que foi e ainda assim ter sido único. Tenho certeza que vou acordar em 2016 com a sensação de ser apenas mais um dia dos 365 dias do próximo ano.

Feliz ano novo pessoal!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s